Entendendo a Internet


As redes que formam a Internet são interligadas por outras redes de alta capacidade, chamadas Backbones (são poderosos computadores conectados por linhas de grande largura de Banda, como canais de fibra óptica, elos de satélite e elos de transmissão por rádio). Abaixo estão os mapas da Rede Nacional de Pesquisa, com todas suas conexões e respectivas velocidades, mostrando a rápida evolução na capacidade de transmissão de dados (1998, 2001, 2005, 2006 e em 2007). 

Muitos referem-se à Internet como uma superauto-estrada de dados (superinfovia). Pode ocorrer congestionamentos nessa via, porém há nesta ampla rede, computadores capazes de desviar o tráfego para diferentes rotas disponíveis para se chegar a um destino. Eles se chamam roteadores.Em 2005 foi criado o Núcleo de Apoio à Rede Acadêmica (NARA) para denotar a equipe responsável pela operação e coordenação do projeto ANSP (an Academic Network at São Paulo).

 

Protocolo TCP/IP

Para que todos os computadores conectados à Internet possam trocar informações independentemente do tipo de hardware ou sistema operacional instalado, eles precisam utilizar uma linguagem comum que é formada por dois componentes O TCP (Protocolo de Controle de Transmissão) e o IP (Protocolo Internet) conhecida como TCP/IP.

Cada computador ligado à Internet recebe um número, chamado endereço IP composto por quatro números entre 0 e 256 separados por pontos (.). Este endereço pode também possuir um nome, ou seja ser representado por palavras. Todos computadores ligados em uma rede local que utiliza o protocolo TCP/IP apresenta esse número. Quando o acesso é através de um provedor, geralmente o endereço IP do usuário é atribuído pelo servidor que recebe a ligação no Provedor. Sendo assim, da direita para a esquerda o endereço significa, no caso do IP 200.145.161.23, por exemplo, que meu computador é o de número 23, na rede local (LAN).

Quanto as abreviações, o primeiro grande nome, chamado domínio geográfico indica o país, por ex. br no caso do Brasil; ca (Canadá); fr (França). Quanto a outros nomes de domínio comuns temos:

• com - indica uma organização comercial;

• edu - organização educacional

• gov - entidade governamental

• org - organizações sindicais, associações

• net - operadora de rede

• int - organização internacional

• mil - instituição militar

• xxx - proposta a ser implantada em breve o que vai permitir um maior controle do acesso a sites que contenham material impróprio para menores de 18 anos

A partir de 2002 foram possíveis os registros de pessoas físicas (adv.br - advogados; bio.br - biólogos; psc.br - psicólogos e etc...).

Para maiores informações consulte www.registro.br

Existem computadores especialmente configurados, chamados servidores de nomes, que fazem a tradução entre os endereços numéricos usados pelos computadores e as representações por palavras. O DNS (sistema de nome de domínio) é uma convenção que possibilita a conversão dos referidos endereços numéricos da Internet para seus equivalentes textuais hierárquicos e vice-versa, este sistema está instalado em um servidor na rede local (Servidor de DNS). Por ex. digite na barra de endereços de um browser o número 200.145.161.1 você verá que é o mesmo que digitar o endereço www.assis.unesp.br. Os usuários podem acessar os provedores através da linha telefônica atingindo velocidades entre 28 e 56Kbps, dependendo do tipo de modem (placa interna ou equipamento externo que viabiliza a comunicação entre computadores por meio da linha telefônica) e da qualidade dessa linha telefônica.

 

BANDA LARGA - ACESSO REDES S/ FIO

A Anatel concedeu direito às operadoras de TV a cabo oferecerem serviços de acesso à Internet através de cabo, que permite uma velocidade muito maior, no mínimo cerca de 2x mais rápida em relação aos modems mais recentes.

Temos ainda os serviços de conexão via radio-frequências (a conexão chamada de WLL - Wireless Local Loop, nada mais é do que uma conexão feita através de ondas de rádio, onde você acessa a internet com muito mais agilidade e segurança, sem depender de uma linha telefônica, através de repetidoras localizadas em pontos estratégicos, o sinal é distribuído aos clientes, sendo que para obter o acesso, o local deve ter "visada" (enxergar) uma das torres de transmissão. A velocidade de conexão chega a 54 Megabits, sendo muitas vezes mais rápida do que a conexão via linha telefônica com um modem de 56K.

Outra opção (e cara) é via satélite, como por ex. a UOL-SAT .

Há alguns anos atrás o grande assunto era o aparecimento de vários provedores de acesso gratuito via telefônica (discada), ou seja sem taxas para utilização do serviço, porém há a cobrança da ligação telefônica o que parece ter relação com o fato de existir acordos com empresas de telefonia. No lançamento existiam vários fornecedores deste tipo de acesso, devido aos problemas enfrentados, assistimos a retenção do mercado e conseqüentemente vários provedores de acesso gratuito encerraram suas atividades (Super11, Netgratuita e etc...) , porém estabeleceu-se um certo predomínio do iG que vem sustentando este serviço.

 

Principais Recursos disponíveis na Internet

Existem diversas finalidades que podem ser utilizadas pelos computadores conectados à Internet, sendo assim há uma série de protocolos rodando acima ou sendo traduzidos para o referido TCP/IP.

Alguns destes serviços são bastante populares, outros requerem conhecimentos mais especializados, sendo utilizado por profissionais de computação e pesquisadores de Universidades.

 

Os serviços mais comuns são:

• World Wide Web (WWW ou grande teia mundial), é tão conhecida que algumas pessoas a confundem com a própria definição de Internet. É através da WWW que podemos consultar páginas HTML de todo o Mundo, que contêm informações e imagens sobre ciências, tecnologia, artes, entretenimento, serviços, comércio, enfim praticamente todos os ramos da atividade humana.

• E-mail ou correio eletrônico: permite a troca de mensagens escritas, às quais podem ser anexadas imagens, videoclipes, documentos ou qualquer outro tipo de arquivo de computador

• FTP ou Protocolo de Transferência de Arquivos: usando o FTP podemos baixar (trazer para o computador) arquivos, programas, imagens, documentos e outros tipos de arquivos disponibilizados por alguém ou por uma empresa para este fim (disponibilização de arquivos de atualização de antivírus, por exemplo)

• Newsgroups: são grupos de discussão nos quais as pessoas expõem suas opiniões e trocam idéia sobre os mais diversos assuntos. Ao contrário de uma mensagem de e-mail, que é destinada a uma pessoa específica, as mensagens dos newsgroups, chamadas artigos, são colocados a disposição de todas as pessoas interessadas em um determinado assunto. Esses participantes podem então ler os artigos e, se desejarem, enviar uma resposta ou comentário, dando sua opinião.

Além desses, existem outros serviços, como o Telnet e o Gopher, que, embora menos difundidos, são muito interessantes.

 

Referência: Unesp