Dica de leitura: O Testamento

O testamento é um relato pessoal do poeta sobre sua arte, sobre si mesmo e sobre sua época. A presente edição inclui a reprodução fac-similar do manuscrito do autor, lado a lado com a tradução direta do alemão. Sob certos aspectos, O testamento se insere em uma série de reflexões de poetas sobre o seu fazer, que remontam ao romano Horácio, e que versam sobre o conflito fundamental de quem serve a dois amos - de um lado, o mundo, a mundanidade, o amor, a vida prática; de outro, as exigências quase monásticas que a obra por vezes exige para ser realizada. Mas, ao mesmo tempo, O testamento também se insere em uma outra série, particularmente moderna, inaugurada em 1852 por Edgar Allan Poe com a Filosofia da composição, em que descreve o processo criativo de um poema. Se O testamento não trata diretamente da poética das Elegias de Duíno, aborda, complementarmente, o contexto histórico-cultural do poeta e suas condições existenciais.

RILKE, Rainer Maria. O testamento Trad. REDONDO, Tércio. São Paulo: Globo, 2009, 151p.

Referência: http://www.casadasrosas.org.br